15 de abr de 2016

Um dia na mente de quem tem depressão

Não vai ser fácil, você precisará dar um passo de cada vez como se estivesse aprendendo a andar. Vai doer, a ferida sangrenta embaixo do tecido vai arder quando o ar tocar, você vai querer fugir, correr para bem longe o mais rápido que puder mas será obrigado a ficar. 
Vai machucar, você vai precisar esgotar suas reservas de coragem para levantar da cama. Procurar uma simples roupa no armário será uma tarefa difícil, ligar o chuveiro e deixar a água cair nas suas costas será um espetáculo de horror. Pensamentos de morte e dor irão consumir sua mente durante todos os seus segundos livres, levarão embora seus sorrisos junto com o pouquinho de esperança que você ainda tinha. Mas de repente você olha lá fora e o sol está tão lindo, quem sabe hoje seja o seu grande dia ! E então você resolve comer um pedaço de alguma comida qualquer, tanto faz na verdade, comer também dói. E com a força de um leão e o peso do mundo nas costas você consegue finalmente por os pés na rua. UFA ! 
E lá vai você, com uma máscara em forma de sorriso no rosto você passa o dia inteiro indo de um lado para o outro, sem saber exatamente o por quê. Ninguém consegue te olhar e ver o que você realmente é, ninguém vê suas feridas abertas, tentativas falhas de fazer a dor ser um pouco mais branda, que ironia, sentir dor para esquecer da dor, poucos entenderiam. 
As vezes você só anda por aí sentindo o sol na pele, tenta sentir de novo algum sabor doce mas sua língua é amarga. As vezes o dia passa e você continua olhando fixamente para o mesmo ponto, ainda pensando em como seria melhor o mundo sem a sua presença. As vezes a barra fica pesada demais e você procura desesperadamente um lugar para ficar só e chorar em paz. E então te chamam de folgado porque você ficou dez minutos a mais dentro do banheiro, mal sabem eles que você estava tentando encontrar forças para simplesmente abrir a porta e encarar as pessoas. Viver pode ser assustador. 
Que coisa mais estranha, parece que vários dias se passaram mas não é nem meio dia ainda. Quem foi que fez o dia ser tão longo assim? Quem sabe você encontra algo pra se distrair enquanto finge que está concentrado em um trabalho que odeia. Mas distrações causam grande ansiedade, pois a lista de obrigações fica cada vez maior e o tempo, mesmo passando tão devagar parece ser insuficiente para que você consiga compensar os dias perdidos em devaneios. 
O dia já acabou e o que era pra ser feito hoje ficou pra amanhã, junto com o que era pra ter sido feito ante ontem. Até que você sente uma coisa que lembra bem de longe a alegria, um sorrisinho estúpido se forma nos seus lábios, afinal, hoje é sexta, todos ficam felizes na sexta. Mas aí você se lembra que está sozinho e o quanto sente medo de olhar as pessoas nos olhos, e então fica preso dentro do escritório até tomar coragem de ir pra rua de novo. Chegando lá, é como se você fosse invisível. Pessoas gritam com você sem motivo, seu coraçãozinho frágil já não aguenta mais pancadas, mais um grito e você estará acabado. O leão perde as forças então, chega de tentar, deixe as lágrimas escorrerem no meio da multidão, ninguém se importa mesmo. Então corra o mais rápido que puder, fuja dessa loucura em vão, busque abrigo no único lugar que conhece, na solidão.
E assim mais um dia termina, queria você não ter tido tanta ousadia de manhã para achar que conseguiria suportar. Queria você não ter se exposto mais uma vez ao mundo como se fosse inquebrável. Cada dia que passa você fica mais frágil, cada segundo que chega trás mais e mais dor, e eu sei que dentro de você mora uma única certeza : o medo de não ser capaz de aguentar mais.
Você sente exaustão, um cansaço sobrenatural, definitivamente o dia foi longo e sobreviver cansa mais do que qualquer outra atividade. Você não sabe quanto tempo mais vai aguentar, porque uma hora realmente cansa. Um dia você vai acordar e não vai ter forças pra ir até o armário escolher uma roupa, nem ligar o chuveiro, muito menos comer uma comida qualquer. Um dia você vai apenas deitar e desejar que a morte venha te buscar logo pois já está atrasada. Poderia ser agora, mas talvez você espere mais alguns minutos. Pensar que não irá sobreviver para ver outro dia te traz paz e ao mesmo tempo tristeza, afinal, o mundo realmente seria um lugar mais belo sem toda essa sua apatia. E com esses pensamentos de luto pela sua própria existência, você deixa o sono te trazer um pouco de paz, sem saber o que te aguardará quando seus olhos abrirem novamente. Talvez alguma coisa muito boa aconteça e você vai querer estar vivo para ver. A vontade de simplesmente viver ainda existe, apesar de tudo ela persiste dentro de você. Tente não pensar muito nisso e logo o sentimento de que você não merece estar vivo vai passar. Quem sabe estes remédios te ajudem a dormir melhor hoje, quem sabe tomando 20 você consiga sonhar para sempre? 

Apenas diga adeus agora, a dor não precisa mais existir...