7 de mai de 2015

Better self, better world

































Durante a vida, vivemos diversos ciclos, ciclos que se fecham sem que a gente perceba, ciclos que se iniciam sem que tenhamos escolhido conscientemente.
Cada situação, cada rosto, cada escolha é importante e definitiva. As vezes não parece, mas uma ligação perdida pode mudar o curso da história de toda uma geração. A sua decisão de almoçar mais cedo em determinado dia, pode fazer com que você conheça pessoas, a mãe dos seus futuros filhos talvez. Cada passo que damos, cada movimento que fazemos, é uma escolha, que parece ser pequena mas que tem importância. Se todos pudessem enxergar isso, muitas coisas seriam diferentes. Nossas menores atitudes causam impacto no mundo, no universo que existe em cada mente, em cada rosto desconhecido que vemos na rua todos os dias. Se todos pudessem perceber o quanto são importantes, e o quanto o futuro de toda uma geração depende de nós, ouso fantasiar que viveríamos em um mundo melhor. 
Me pego imaginando quantas guerras teriam sido evitadas se o diálogo fosse mais brando e compreensivo, quantas lágrimas e sangue foram derramadas em vão, porque um dia alguém foi MUITO infeliz na interpretação do conteúdo de uma carta. Falamos com pressa, nos achamos donos da razão, queremos fazer tudo do nosso jeito, esquecendo que aquela pessoa que talvez você chame de inimigo, é um ser humano idêntico à você e a todas as pessoas com as quais você se importa. 
Quando mais seres humanos conseguirem sentir a dor do inimigo, e se alegrar com as suas conquistas como se suas fossem, quando mais seres humanos conseguirem colocar o amor acima do orgulho, estaremos mais perto de viver em um mundo melhor. 
Quando isso vai acontecer? Ninguém sabe. Mas por que não começar agora?
Observar nossas atitudes e ter consciência de seu impacto, já é meio caminho andado para a evolução.Não importa se todos estão fazendo diferente, apenas faça a sua parte, porque apesar de sermos pequenos e poucos, juntos, somos muitos e gigantes.