26 de jun de 2014

Combatendo a dermatite atópica sem medicamentos

Depois de muitos anos convivendo com a dermatite atópica, aprendi muitas coisas. Algumas foram extremamente inúteis enquanto outras foram descobertas valiosas. Gostaria de esclarecer primeiramente que o que funciona para um pode não funcionar para outro. Assim como existem vários tipos de eczema, que manifestam-se diferentemente em cada tipo de pele. As recomendações que farei a seguir tem como prova de eficácia apenas a minha experiência, e embora não tenham restrições, não aconselho ninguém a realizar o uso de nenhum método auxiliar sem discutir com o seu dermatologista previamente. 

Atenção ! Se você estiver em uma crise severa procure um dermatologista AGORA ! Não espere piorar com a esperança de que amanhã estará melhor. Eu já fiz muito isso e não recomendo, porque no dia seguinte nunca estava melhor e sim pior. Portanto não perca tempo.

Aloe Vera (babosa barbadensis)



Para quem não conhece, a babosa é uma planta medicinal de uso milenar. Pesquisadores datam o seu uso desde 3500 a.c por diversas civilizações da antiguidade. A aloe vera possui função anti-inflamatória, portanto um efeito similar ao da cortisona, porém sem os efeitos colaterais que já estamos cansados de saber. Possui ação nutritiva, coagulante e hidratante da pele, reconstruindo os tecidos de dentro para fora.
Existem diversos produtos com aloe em sua composição. Eu uso a planta diretamente na minha pele em sua forma natural. Quando você corta a planta, dentro dela existe um gel, é este gel que você vai querer na sua pele, ele refresca, hidrata e em questão de horas você já sente a pele cicatrizando e com aspecto melhor.


Sabonete Sulfuroso

Descobri este sabonete há alguns anos atrás, uma tia trouxe de Águas de São Pedro. Procurei exaustivamente encontrar o mesmo produto em diversos locais, porém não consegui. Aquele sabonete era feito artesanalmente com água sulfurosa e enxofre. Fazia milagres na minha pele. Como substituto comecei a usar o da Granado que é fácil de encontrar em qualquer farmácia. O problema é que não dá para usar em toda a pele, recomendo usar apenas nas áreas afetadas, ele deixa a pele bem sequinha, ajudando na cicatrização. Porém, se for usado na pele que não está lesionada vai apenas deixar sua pele mais seca, e pele seca + atopia = desastre. Portanto, usem com cuidado.

Erva de Bicho (Polygonum aquifolium)



Esta é outra planta que eu chamaria de milagrosa. Sei que existem produtos e formas diferentes de se utilizar, porém, sempre usei da forma natural. Depois de colher as folhas e fervê-las, espere esfriar. Aplique depois do banho, em todas as lesões e deixe secar naturalmente. Não enxague. O resultado é uma pele mais hidratada e cicatrizada. Tudo que um atópico mais ama na vida.


Água Termal

No começo me parecia estúpido pagar tão caro por água enlatada. Até que um dia eu estava com o rosto em chamas andando no sol e não aguentava mais, entrei em uma farmácia e comprei minha primeira água termal. Depois daquele dia me recuso a sair de casa sem ter este item na bolsa. Existem diversas marcas disponíveis, eu recomendo a da La Roche Posay , rica em selênio. Sinceramente, tanto na pele com lesão, quanto na pele saudável, o efeito dela é visível. Uso todos os dias no rosto, mas quando estou em crise, sempre uso também e ajuda bastante a acalmar a minha pele.

Dicas Adicionais 

- Coma muita cenoura e beterraba, todos os dias.
- Se sentir a coceira chegando , coloque gelo ou água fria, ou faça algo com as mãos, qualquer coisa.
- Hidrate-se, o tempo todo, nunca é demais. Não deixe sua pele secar.
- Beba mais água!
- Guarde seu creme hidratante na geladeira.
- Após passar o medicamento na pele, coloque plástico filme em volta da lesão. Ajuda a pele a absorver melhor o remédio e diminuir a coceira. (não faça isso se estiver usando Protopic).
- Evite pessoas e situações irritantes.
- Use protetor solar todos os dias,  até mesmo no inverno.

Espero que estas dicas possam ajudar alguém, assim como me ajudam. O mais importante de tudo é sempre buscar alternativas, adquirir hábitos melhores e principalmente, não se deixar entristecer quando estiver em crise, sorria sempre , não desista nunca. Eu sei o quanto é ruim, mas com o tempo você percebe que aquela situação é passageira, assim como tudo em nossa vida. Todo mundo lida com problemas, não somos os únicos e com certeza não sofremos mais, nem menos do que os outros. Força!